Por Sônia Imenes | Colaboração de Sandra Domingos

latin-929823_960_720Dançar é um alimento para a alma, um alento para o espírito. Traz a verdadeira alegria de reconhecer e expressar, simples e diretamente, os anseios da alma. Homens, mulheres, crianças e idosos que praticam a dança clássica ou moderna, e tantas outras múltiplas versões da dança tradicional, descrevem-na como uma viagem: pode ensinar a percepção e refinamento dos sentidos, adentrar nas paisagens coloridas das emoções, encontrar o seu ritmo na respiração e, da integridade dos gestos, fazer nascer uma fonte de inspiração e renovação.

A dança, originalmente, já esteve ligada às necessidades vitais do homem e da coletividade, cumprindo a função transcendente de alimentar-lhes o espírito. Dança e ritual: renovação. O homem pré-histórico deu seus primeiros passos de dança em volta da fogueira, descobrindo uma forma alegre de celebrar.

Já o homem ocidental moderno, mergulhado no cotidiano e alienado às suas necessidades anímicas, priva-se cada vez mais de exercer sua criatividade, sua expressão, autênticas. Ao tentar ajustar-se à vida social, ao padrão cultural dominante, o indivíduo abandona muitos de seus anseios.

A dança é uma arte utilizada para celebração em muitas sociedades e culturas. É também uma cura natural para a depressão. Os entusiastas da dança afirmam que corpo e mente se curam de quaisquer males quando se dança, e que é impossível ficar com raiva, triste ou exaltado enquanto se está dançando Salsa ou Samba!

Poeticamente, a vida é uma dança, no que toda a natureza consiste de um movimento, um ritmo, uma contínua transformação, num eterno fluir. Realisticamente, a dança é uma fonte de vitalidade, de energia, em força e movimento, uma expressão da capacidade criativa, da consciência. Pode-se aprender a dançar-viver em harmonia nessa vida-dança-cósmica.

Dance Merengue, dance Cha-cha-cha, dance Samba, dance Tango (argentino por origem, mas também brasileiro por adoção!), dance espontaneamente com a natureza.

Sorria…. E Dance Sempre!

 *Sonia Imenes é atriz-dançarina, terapeuta corporal e praticante de kempo. Ela Vive em São Paulo/Brasil.

** Sandra Domingos é professora de yoga certificada e uma viajante apaixonada. Ela já visitou mais de 50 países em todo o mundo. Quando Sandra não está viajando, ela está em sua casa em Itararé (Bahia, Brasil) ou visita a família em L.A e / ou Santa Barbara (Califórnia).

Share This