Em sua primeira entrevista à TV desde que foi demitido pelo presidente americano Donald Trump do cargo de diretor do FBI, em 2017, James Comey afirmou à rede ABC, no domingo (15), que acredita que o presidente dos Estados Unidos é “moralmente incapaz de estar na presidência”.

Comey lança agora um livro sobre sua experiência com Trump. Em “A Higher Loyalty” (“Uma Lealdade Maior: Mentiras, Verdades e Liderança”), ainda sem versão no Brasil, o ex-diretor do FBI afirma que Trump se assemelha a chefes da máfia, exigindo lealdade a sua pessoa e não ao cargo que ocupa ou ao país. Segundo Comey, sob seu comando, a equipe da Casa Branca vive em uma atmosfera de fofocas e mentiras.

Na entrevista para a ABC, James Comey afirma ainda que o presidente americano mente constantemente e que praticou obstrução de Justiça na investigação sobre a interferência russa na eleição de 2016.

Quando questionado se ele acreditava que Trump não era capaz de manter a liderança americana, Comey rejeita a ideia de que o republicano teria problemas de inteligência ou primeiros estágios de demência. “Não compro a ideia de que ele é mentalmente incapaz de ser presidente. Acho que ele é um homem de inteligência acima da média, que acompanha conversas e sabe o que está acontecendo. Eu não acho que ele seja clinicamente incapaz de ser presidente, acho que ele é moralmente incapaz de presidente”, afirma o ex-diretor do FBI.

O livro de memórias de Comey, que será lançado oficialmente nesta terça-feira, traz detalhes sobre suas interações com o presidente, que, segundo afirma, age como um chefe da máfia. O conteúdo do livro enfureceu Trump. Em uma série de comentários no Twitter, o presidente negou a versão de Comey sobre as interações entre ambos e chegou a afirmar que ele foi o pior diretor da história do FBI.

Trump demitiu Comey de forma abrupta, inconformado com a investigação de um possível conluio de sua campanha eleitoral em 2016 com Moscou para prejudicar a candidata democrata Hillary Clinton. A democrata já afirmou que considera o anúncio de Comey sobre a reabertura da investigação provocou sua derrota.

Facebook Comments

Share This