Os eleitores brasileiros que residem no exterior compareceram em peso no primeiro turno das eleições, que ocorreram no dia 07/10, para exercer seu direito de cidadão e votaram para presidente. No próximo dia 28/10 ocorrerá o segundo turno e novamente eles se dirigirão às urnas para finalmente decidir quem será o presidente do Brasil nos próximos quatro anos.

De acordo com os dados do TSE, 500.727 eleitores brasileiros residentes no exterior estão aptos a votar em 171 localidades eleitorais de 99 países para eleger o presidente da República. Estados Unidos (160.005 eleitores), Japão (60.708 eleitores) e Portugal (39.118 eleitores) formam os maiores colégios eleitorais no exterior e, entre as cidades norte-americanas, Boston e Miami contam com os maiores números de eleitores brasileiros fora do Brasil.

Em Los Angeles, o segundo turno das eleições presidenciais ocorrerá no domingo (28) das 8h às 17h, na sede do Consulado-Geral do Brasil em Los Angeles (8484 Wilshire Blvd., Suite 300, Beverly Hills, 90211). Só poderão votar aqueles que transferiram seu título.

É importante lembrar que se não votar e nem justificar sua ausência, além das demais penalidades previstas para quem não vota no território nacional, o eleitor residente fora do país estará, ainda, sujeito à proibição de solicitar qualquer documento perante a repartição diplomática a que estiver subordinado, enquanto não justificar sua ausência à urna.

Como justificar

No dia da eleição, não importa em qual lugar do mundo você esteja, não há como justificar o seu não comparecimento às urnas. Essa é uma providência para ser tomada no dia seguinte às eleições, dentro do prazo de 60 dias após cada turno. Esse prazo é para quem morta fora do Brasil e transferiu o título.

O cartório eleitoral de quem transferiu o título para o exterior é o do Distrito Federal e o eleitor deve usar o Sistema de Justificativa após a eleição e fazer download do requerimento no site.

Para quem não transferiu o título de eleitor para o cartório do exterior ou está fora do Brasil a passeio, negócios ou estudo, é preciso consultar o Cartório Eleitoral do seu estado, pois a justificativa em alguns deles deve ser enviada pelos correios. Neste caso, a justificativa pode ser feita em até 30 dias após o retorno ao Brasil, independente do tempo que a pessoa ficar no exterior.

A justificativa deve ser requerida até 6 de dezembro de 2018, para ausência no primeiro turno, e até 27 de dezembro de 2018, se a ausência for relativa ao segundo turno. O procedimento dependerá do local onde o eleitor está inscrito.

Para conferir o passo a passo de como justificar seu voto, visite o site oficial do Consulado-Geral do Brasil em Los Angeles e tire todas as suas dúvidas. Vote com consciência!

Facebook Comments

Share This