Uma novidade aqueceu o setor econômico e educacional do Brasil nos Estados Unidos. Em abril foi inaugurada, na Flórida, a primeira universidade norte-americana fundada por brasileiros e voltada para imigrantes. O ministro da Educação, Mendonça Filho, esteve presente na solenidade.

A Miami University of Science and Technology (Must) é o primeiro investimento nacional em educação superior nos Estados Unidos. Um dos fundadores é o professor brasileiro Antônio Carbonari Netto, membro do Conselho Nacional de Educação (CNE).

O objetivo da instituição é impulsionar a inclusão social de trabalhadores brasileiros e de outros países e criar possibilidades para o mercado de trabalho. Para o ministro, a universidade vai garantir o acesso a cursos superiores de alta qualidade e valorizar os brasileiros que moram nos EUA.

“Precisamos olhar os brasileiros que residem no exterior como cidadãos em sua totalidade, que precisam da nossa atenção, respeito e acolhimento”, declarou Mendonça Filho, destacando o avanço educacional oferecidos pela Must University. “Nossos jovens passam a ter um campo mais vasto do ponto de vista profissional e pessoal”.

Antônio Carbonari também vê na iniciativa um instrumento importante de inclusão social. “O diploma universitário representa um melhor projeto de vida, ampliando a empregabilidade e a ascensão junto à comunidade de que participa. Além do mais, vamos tornar possível que pessoas que trabalham o dia todo tenham condições de estudar à noite ou pelo ensino on-line”, afirmou o professor.

Carbonari arcou com 60% do capital investido na instituição. Os demais 40% são de responsabilidade do americano John Peterson, responsável pela área acadêmica, e do administrador de empresas brasileiro Fernando Ruiz. A previsão é de que a instituição de ensino inicie o processo de matrículas ainda em agosto. O ministro da Educação está desde a semana passada nos Estados Unidos, onde participa de reuniões para discutir financiamentos para a educação brasileira.

 

Facebook Comments

Share This