Por Sandra Lobo


Pontos Históricos e Acervos Culturais

“Primeiramente, um grande monte, muito alto e redondo, outras terras mais baixas ao sul dele, e terra chã com grandes arvoredos”. Foi essa a primeira visão registrada pelo escrivão Pero Vaz de Caminha, em 22 de abril de 1500, quando Pedro Álvares Cabral e os integrantes de sua esquadra chegavam em terras que mais tarde seriam chamadas de “Brasil”.

Oficialmente, a intenção era chegar às Índias, ideia que fazia parte do projeto de expansionismo marítimo português para descoberta e controle do Oriente. Se Cabral já sabia do Brasil e passou intencionalmente para tomar posse da terra, ninguém sabe. Há indícios que sim, mas também há informações de que o vento-sul, que até hoje sopra nos meses de abril, tenha desviado a armada de Cabral para Porto Seguro. Se foram os ventos ou não, pouco importa. O fato é que hoje, Porto Seguro é um dos pólos turísticos que mais se desenvolvem no país; isso graças ao clima tropical, belas praias, história, arte, à hospitalidade baiana e, é claro, a uma instituição nacional chamada Carnaval.

Porto Seguro desenvolveu-se em dois planos: sobre um platô, onde temos a cidade histórica, e às margens do Rio João de Tiba, onde fica Santa Cruz de Cabrália (local de desembarque dos portugueses, e onde foi celebrada a primeira missa no Brasil). Aliás, em Cabrália, o visitante pode encontrar índios vendendo artesanato local. São cocares, colares e pulseiras feitas de penas coloridas e sementes. Prepare-se para ser abordado por indiozinhos vestidos a caráter. Eles estão sempre dispostos a posar para fotos, claro que, mediante uma pequena contribuição em dinheiro.

Ao visitante mais interessado em conhecer um pouco mais sobre a cultura e a história do Brasil, vale à pena conhecer o “Marco da Posse”. Trazido em 1503 e feito em Mármore de Carrara, serviu para demarcar o direito de propriedade da Coroa Portuguesa. Atualmente, se encontra no Mirante da Cidade Histórica, onde se pode também apreciar belas paisagens, como a cidade baixa, o rio Buranhém, e a Orla Norte até a Praia de Ponta Grande. Não deixe de ver também, no mesmo local, a Igreja Nossa Senhora da Penha (padroeira da cidade), a segunda mais antiga do Brasil (1535). A torre da igreja é construída com cacos de louça vindos de Macau, funcionando como um farol natural, pois reflete 80% da luminosidade da lua e das estrelas. Seguindo em direção ao farol da marinha, aproveite para conhecer a Igreja da Misericórdia, a mais antiga do Brasil (1526).


Praia, Sol, Romantismo e Muito Verde!

Porto Seguro localiza-se no litoral sul da Bahia, também conhecida como a “Costa do Descobrimento”, e possui 90 kms de praias com formações de recifes de corais e piscinas naturais, o que possibilita mergulhos inesquecíveis. Em todas as praias o turista encontra uma boa infraestrutura. O que não faltam são hotéis, bares e restaurantes com preços para todos os bolsos.

Para a alegria do visitante a localização de Porto Seguro é privilegiada. De lá, o turista pode partir para conhecer outras vilas como por exemplo Arraial D’Ajuda. Distante cerca de 10 minutos de balsa (a travessia é feita pelo Rio Buranhém), é conhecida como a “Esquina do Mundo”, onde o turista encontra as badaladas praias de Mucugê, Pitinga, Apaga-Fogo e Taípe; lugares ainda preservados, ideais para uma boa e ecológica caminhada.

Trancoso: um dos destinos mais procurados do Brasil

Uma região de belas praias, charmosa e tranquila. Em Trancoso, uma charmosa vila, distante 22 kms em estrada de terra de Arraial D’Ajuda, o turista tanto pode praticar nudismo em suas praias como badalar no “Quadrado”, principal praça de Trancoso onde se concentram os bares, e onde se encontram vários artistas e músicos, brasileiros e estrangeiros. Para quem prefere mergulhar nas águas quentes do litoral sul da Bahia, o mar de Caraívas é perfeito, pois é bastante tranquilo. Aproveite para observar as estrelas em Caraívas.

Além de suas belezas naturais, Trancoso, que foi praticamente descoberto pelos hippies nos anos 70, possui várias opções de diversão e já é o local preferido pelas celebridades. A alta sociedade também vem se interessando pela região e muitos empresários possuem uma segunda moradia na vila.

O carnaval de Porto Seguro 

O carnaval baiano em Porto Seguro é uma experiência à parte. Milhares de turistas se misturam ao povo local, fazendo o clima literalmente esquentar. São cinco dias de folia, com trios elétricos desfilando pelas ruas de Porto Seguro, misturando alegria, música, dança e natureza. É impossível ficar parado: todos dançam ao frenético ritmo do axé baiano com a presença de bandas famosas, como Chiclete com Banana, que chegam de Salvador para fechar o Carnaval na Quarta-Feira de Cinzas. E para aguentar tanta folia, só mesmo tomando muitos “capetas”.

Os blocos de rua animam os foliões e já viraram tradição na cidade do sul da Bahia. Há mais de 40 anos que a Prefeitura de Porto Seguro promove dezenas de blocos que agradam aos mais diversos tipos de público. Destaque para as Barguncetes, o Bloquinho e a Farrinha. Com fantasias criativas, eles espalham alegria pelas principais avenidas da cidade e costumam possuir cordas para garantir segurança e conforto aos turistas que visitam o destino durante o feriado.

Depois de tanta agitação, o bom mesmo em Porto é terminar o Carnaval bem acompanhado, na beira da praia, observando o dia nascer feliz.

Facebook Comments

Share This