Por Lindenberg Junior

A grande Los Angeles

Essa cidade é cosmopolita e internacional. É o lar de pessoas vindas de todos os lugares. É, de fato, um lugar predominantemente Latino. “L.A”, como os “angelanos” carinhosamente a chamam, é um pote de fusão aonde você pode encontrar diferentes culturas e etnias, e aonde você pode comer e até mesmo “respirar” coisas diferentes de várias partes do mundo.

Los Angeles é o lar de algumas das maiores comunidades asiáticas fora da Ásia, como é o caso da coreana, da taiwanesa e da vietnamita. Em L.A existem comunidades de expatriados europeus distintos e você ainda pode encontrar enclaves étnicos de todos os tipos, como “Pequena Armênia”, “Pequena Etiópia”, “Pequena Tóquio” e, com certeza, Chinatown.

Até os meus 26 anos, quando eu vivia em minha terra natal, Recife, no Brasil, por nossa cultura e mesmo por nosso clima úmido e quente, eu só bebia cerveja. É a bebida alcoólica perfeita para essa cidade nordestina de cultura praiana em que o sol dura o ano todo o ano. Mas desde que me mudei para Los Angeles, na década de 90, comecei a beber e apreciar um bom vinho tinto. A Califórnia é um dos maiores produtores do vinho do mundo e você pode encontrar um vinho de alta qualidade por menos de US$15 ou ainda, um de boa qualidade, por menos da metade desse valor.

Viver em Los Angeles é ter fácil acesso a produtos frescos e alimentos de alta qualidade, incluindo comida orgânica de verdade, e em diversos lugares. É ter acesso à roupa, calçado, bolsas e tudo que se refere à moda, a preço tão acessível de fazer inveja a qualquer cidadão residente em outra cidade americana. Brasileiros ou europeus, recém-chegados ou fazendo turismo, vão à loucura.

Los Angeles é sinônimo de glamour, cinema e Hollywood, mas também de surf, diversão ao ar livre e vida noturna para ninguém botar defeito. A cena de arte e música é fantástica e você pode ver qualquer celebridade internacional apenas vivendo em L.A. Pode ser assistindo a algum concerto no Hollywood Bowl durante o verão, em alguns dos vários shoppings ou durante um simples jantar em um dos muitos restaurantes gourmets que oferece a cidade. Na década dos 90, quando eu trabalhava em um restaurante italiano na área de “Los Feliz” cheguei a ver de perto personalidades como Madonna, Nicolas Cage, Mike Tyson e Danny Devito.

Se você é do tipo que adora música, em L.A você tem a oportunidade de ver cantores e bandas antes deles se tornarem megaestrelas. Eu, por exemplo, tive a oportunidade de ver bandas como “Guns N ‘Roses” e “Red Hot Chili Peppers” antes deles se tornarem famosos, em apresentações no Wisky a Go-Go na Sunset Blvd.  Flea, o baixista do Red Hot Chili Peppers, recebeu a primeira dica sobre o Brasil e o Rio quando, no fim dos anos 90, fui entregar comida em sua casa – um pouco antes da primeira turnê da banda no Brasil.

Los Angeles é uma cidade eclética e pode ter o maior número de “hipsters” e descolados dos EUA, e você pode encontrar a maioria deles em Silverlake, Venice Beach e Hollywood. Se você for para South Bay, aonde você encontra as cidades de praia como Manhattan Beach e Redondo Beach, você descobrirá um olhar totalmente diferente. As pessoas que vivem em bairros e cidades perto da praia são mais relaxadas e o estilo surf é predominante.

Posso acrescentar também o fato de que Los Angeles é bem próxima de outras cidades e regiões interessantes a menos de duas horas de carro como o Big Bear e Palm Springs ao leste, San Diego ao Sul e Santa Barbara ao Norte. Posso garantir que entre L.A e essa regiões a uns poucos quilômetros, dependendo da estação do ano, você pode encontrar neve ou muito sol, pode praticar surf ou snowboard, pode estar em um deserto ou em um parque ao redor de muito verde.

Eu conheço Miami, Nova York, Honolulu e outras tantas cidades importantes nos EUA, mas nada é comparável ao clima no sul da Califórnia! Eu escrevi esse artigo em um dia do mês de Agosto e naquele momento o termômetro marcava 36 graus Celsius, com um céu 100% azul, na zona oeste-norte de L.A (Tarzana). Apesar de muito quente, você não sente tanto um clima seco. Se não gostar de clima úmido, como a maior parte do Brasil, Miami e toda a costa leste dos Estados Unidos, Los Angeles (ou talvez San Diego) é a cidade para você curtir, viver, experimentar.

Na verdade, anos atrás, fizemos uma pesquisa na qual perguntamos a alguns brasileiros que vivem em Los Angeles o que eles gostam mais em L.A e as respostas, quase unânimes, se referiam ao clima. Na verdade, o clima é algo que definitivamente você precisa considerar se está pensando em se mudar. Para mim, o clima perfeito pode melhorar seu dia a dia e até mesmo a sua perspectiva sobre a vida. E para terminar, vou acrescentar mais dois parágrafos curtos a esse artigo.

Viver em Los Angeles tem alguns riscos. Aqui nós não temos furacões, mas vivemos sob a possibilidade de enfrentar os tremores de um terremoto, e sim, L.A não é acessível ou melhor dizendo, não é barato viver aqui. Na verdade, Los Angeles é a terceira cidade mais cara para viver nos Estados Unidos, apenas atrás da área da Baía de São Francisco, onde esta o Silicon Valley, e Nova York, ou mais especificamente, Manhattan.

Por outro lado, você nunca terá que retirar neve durante o inverno, caso more em casa vai ter espaço para expandir e você terá fácil aceso para relaxar em praias, lagos e até mesmo montanhas a minutos de sua casa e, principalmente, sob um clima satisfatório. Por fim, me despeço dizendo uma frase que por certo você não encontrará em nenhum livro ou site de turismo: Los Angeles talvez seja a pior das grandes cidades americanas a se visitar se você tiver apenas poucos dias, mas é a melhor cidade americana para residir e se viver intensamente!

* Para tours privados e/ou customizados para conhecer o melhor de Los Angeles e da Califórnia, e com guias brasileiros, clique AQUI.
 
* Esse artigo é uma versão do artigo original em inglês e com tradução de Laís Oliveira