mulher-dirigindo-brA conversa de que os homens são muito mais eficientes ao volante do que as mulheres já pode chegar ao fim de uma vez. De acordo com um estudo feito pela Privilege Insurance, empresa de seguros do Reino Unido, que monitorou 50 motoristas de dentro do carro e mais 200 pelo lado de fora, elas conduzem de modo mais seguro e de acordo com as leis.

O resultado final das mulheres foi de 23,6 pontos de um total de 30, enquanto os homens obtiveram apenas 19,8. Os aspectos em que as mulheres se sobressaíram, notoriamente, foram relacionados à segurança ao dirigir, se submetendo a menos riscos do que os homens.

No Brasil o resultado não foi diferente, dessa vez mensurado pelo aplicativo Trekken, que consiste em um game que recompensa os bons motoristas, e divulgou o ranking dos Melhores Motoristas do país. O levantamento levou em consideração as notas de motoristas de 17 estados brasileiros que participam do Ranking Geral Trekken.

O ranking Melhores Motoristas do Brasil comparou as notas nos grupos de homens e mulheres e chegou na conclusão: as mulheres são mais cautelosas e atenciosas do que os homens no trânsito. A nota média das mulheres foi de 8.1 e a dos homens 7.6.

Para mensurar, o aplicativo utiliza os sensores embarcados nos smartphones para traçar o perfil de condução em um indicador simples chamado de “nota”, que varia entre os valores 0 e 10 para demonstrar se o motorista é agressivo ou responsável, respectivamente. Esta nota é baseada no perfil de velocidade, aceleração e no número de manobras agressivas detectadas (curvas fechadas, “arrancadas”, freadas bruscas e o uso do smartphone dirigindo).

O ranking também mostrou em quais estados estão os melhores motoristas e também os mais “barbeiros”. Os sergipanos são os grandes campeões com nota 8.78, seguidos pelos amazonenses com nota 8.34. Os paulistas também não fazem feio, estão na sexta posição com nota 7.78. Já os brasilienses deixaram a desejar, ficaram em último lugar com a nota 4.7.

 

Facebook Comments

Share This