Se você vive nos Estados Unidos e está passando por um período difícil e cheio de dívidas, existem algumas opções que podem te ajudar a sair dessa situação, como é o caso de quitar suas dívidas por meio de uma organização não-lucrativa especialista em consolidação de débito ou declaração de falência.

Claro, negociar e quitar dívidas com credores e empresas de cartão de crédito é provavelmente sua melhor alternativa. Os credores geralmente estão dispostos a chegar a um acordo, mas você também terá um limite no seu orçamento. O bom dessa opção é que você pode evitar o que os americanos chamam de “Bankruptcy”, ou seja, a declaração de falência e, assim, salvar seu crédito. Explicamos melhor suas opções a seguir.

Negociação e Consolidação de Débitos

Para salvar a perda de um imóvel por falta de pagamento, ou seja, em caso de uma dívida com garantias, você pode optar por um  refinanciamento, modificação de empréstimo, ou mesmo um “short sale” ou “deed in lieu of foreclosure”.  Se você não está preocupado em manter essa dívida “com garantias”, tente negociar com todos os seus outros credores. As empresas de cartão de crédito, por exemplo, geralmente estão dispostas a negociar  com clientes com receio de levarem um calote.

Quando você sobrecarrega ou confia demais em seus cartões de crédito para cobrir as falhas em seu orçamento, seus pagamentos mensais podem se tornar maior do que você pode controlar ou gerenciar. A quitação da dívida ou “debt consolidation” é algo que você pode usar para recuperar esse controle. Considere um aconselhamento de crédito com uma agência especializada no assunto, como mencionado mais acima no primeiro parágrafo, se você não conseguir um acordo direto com os seus credores.

Esses conselheiros qualificados podem ajudá-lo a criar um orçamento e até mesmo negociar com os credores em seu nome. As organizações legítimas sem fins lucrativos que são certificadas em aconselhamento de crédito nos Estados Unidos podem ajudá-lo com um programa de gerenciamento de débito e, geralmente, não cobram pela primeira visita.

Nesse caso, verificar o site da National Foundation of Credit Counseling  é um bom começo. O que nos EUA se chama “Debt Consolidation” é o processo de combinação de dívidas múltiplas com a menor taxa de juros possível e em uma única conta. Em vez de pagar várias contas diferentes todos os meses você só precisa se preocupar com um pagamento. O objetivo aqui é obter a menor taxa de juros possível e, mais importante, com um valor X que você tenha condições de pagar. Nesse caso,  o que acontece também é o “congelamento” de  seus cartões de crédito, ou seja você não poderá usá-los.

Declaração de Falência

A falência ou “Bankruptcy” deve ser o último recurso, uma vez que ele destrói sua pontuação de crédito. Se esse for o caso, você tem duas opções: Capítulo 7 ou Capítulo 13. Na opção de Capítulo 7 ou falência limpa, você se livra dos débitos por completo, mas em alguns casos, você é obrigado também a liquidar ativos para pagar parte da dívida.

Já o capítulo 13 te permite manter certos ativos, incluindo sua casa ou veículo, desde que você possa fazer os pagamentos mensais. Se você ficar atrasado em sua dívida, é importante continuar fazendo seu pagamento regular para o credor. Isto não reduz seus pagamentos existentes, mas reestrutura os saldos vencidos.

Você precisará pagar dívidas garantidas e não garantidas, incluindo cartões de crédito e geralmente terá que fazer pagamentos mensais ao administrador do tribunal. O lado mais positivoé’ que o valor do seu pagamento é baseado na sua dívida e renda disponível. Sua renda disponível é a sobra do dinheiro a cada mês após suas despesas.

Se você não conseguir cumprir os termos do acordo, sua dívida não será paga, seus credores podem retomar a cobrança e podem apresentar uma ação judicial contra você para cobrar o dinheiro que você deve. Se você tem uma hipoteca, o credor pode iniciar o processo de “foreclosure” se você não fizer seu pagamento regular ou pagamentos ao administrador.

É importante você ter certeza que vai poder cumprir com todas as suas obrigações além do compromisso de repagamento das dívidas. Tenha em consideração o risco de perder seu emprego ou emergências financeiras inesperadas. Se você decidir se candidatar a abrir falência, nesse caso, “fill up a bankruptcy” nos Estados Unidos, pode fazê-lo sozinho preenchendo os formulários devidos e encaminhando para a corte. Porém por alguns poucos “hundred dollars” você pode optar por contratar assistência jurídica profissional para um processo mais suave e menos estressante.

Facebook Comments

Share This