Por Lindenberg Junior

dungaConforme nosso prognóstico no artigo publicado um dia após a derrota do Brasil diante do Peru e consequentemente a eliminação da seleção da Copa América, Dunga deixa de ser o treinador do time brasileiro a partir da terça-feira, dia 14 de junho. O anúncio da demissão do capitão do tetra da Copa de 1994 foi feito pela CBF depois de uma reunião na sede da entidade com Marco Polo del Nero, presidente da Confederação Brasileira de Futebol.  Gilmar Rinaldi, coordenador de seleções, também esteve presente e igualmente deixou seu cargo. O anúncio foi feito através do site oficial da entidade.

Pelo visto, o treinador do Corinthians de SãoPaulo, Tite, é a opção número um e deve ser anunciado como substituto nas próximas horas. De minha parte, esperamos que não, pois não acredito que o Tite resolvera o problema da canarinha a curto prazo já que, ao meu entender, ele é o tipo de treinador que precisa um tempo largo para fazer uma equipe funcionar – como foi o caso do próprio Corinthians. Dentro do Brasil, eu optaria por Cuca, Abel  Braga ou Wanderley Luxemburgo. E até mesmo – por quê não? – um treinador estrangeiro com conhecimento do futebol brasileiro.

O próximo compromisso da seleção brasileira é a Olimpíada já no mês de agosto e, no torneio, a equipe poderá contar com Neymar, que não esteve com o grupo nos Estados Unidos em um acordo com o Barcelona – Neymar teria que optar apenas por um torneio e ele preferiu jogar as olimpíadas no Rio já que Brasil nunca obteve uma medalha de ouro e no Rio tentará esta façanha. A CBF precisa entregar até quarta-feira (15) uma lista com 35 nomes pré-selecionados para a competição, fazendo crer que o anúncio do novo treinador da seleção (e para as olimpíadas) sairá rapidamente.

No comunicado oficial para a imprensa a CBF a anunciou a demissão:

“A Confederação Brasileira de Futebol comunica que decidiu, nesta terça-feira, dissolver a comissão técnica da Seleção Brasileira. Deixam os cargos o coordenador de Seleções, Gilmar Rinaldi, o técnico Dunga e toda a sua equipe. A decisão foi tomada em comum acordo durante reunião nesta tarde e, a partir de agora, a CBF inicia o processo de escolha da nova comissão técnica da Seleção Brasileira. A CBF agradece a dedicação, a seriedade e o empenho da equipe durante a realização do trabalho”.

 

Facebook Comments

Share This