O dólar fechou a sexta-feira (17) com alta de 1,62% cotado em R$ 4,10 na venda. É o maior valor em oito meses, desde 19 de setembro, quando a moeda oscilava em meio às eleições presidenciais do ano passado. Na semana, o dólar acumulou alta de 4%.

A semana foi de más notícias e incertezas para a economia do país. Dados apontam desaquecimento da economia brasileira. E o governo enfrenta pressões, como as manifestações contra congelamentos na verba da educação e as investigações acerca das contas do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ).

No exterior, a disputa comercial entre Estados Unidos e China continua influenciando mercados e moedas de países emergentes. Nesta sexta, a China afirmou que os EUA precisam mostrar sinceridade para manter as negociações comerciais, reagindo às sanções à gigante chinesa Huawei anunciadas pelo governo norte-americano.

Facebook Comments

Share This