Por Conceição Trucom
yoga-1434787_960_720
Para nos mantermos eternamente jovens, o primeiro passo a ser considerado é a nossa maneira de pensar e encarar as crenças do mundo. Acreditamos que com o avançar da idade nos tornamos mais frágeis e vulneráveis a doenças. Até “investimos” um monte de grana em planos de saúde para na hora que a idade avançar, estarmos seguros de que os médicos e hospitais vão nos acolher e nos cuidar.

A maioria das pessoas nasce com um potencial de vida longa, saudável e feliz. Então, por que alguns não atingem este objetivo? Existem até pessoas que alcançam uma vida longa. Mas envelhecidos e doentes, sem motivos para estar feliz. Os motivos? Bem, são vários. Abaixo citamos 3 básico-essenciais:

Passamos os anos de “juventude” e “maturidade” abusando de hábitos “insanos” e pensando que o plano de “saúde” e a medicina irão nos salvar na hora da colheita de tais hábitos. Quem já esteve doente e foi buscar o auxílio da medicina sabe que não é assim que funciona a coisa.

Existem doenças que quando descobertas já deixaram sequelas, algumas sem retorno. Enfim, penso que é primordial que amadureçamos e mudemos nossos hábitos e tais crenças. Não iremos mudar de plano com apenas 60 ou 70 anos. Podemos viver toda esta experiência com qualidade. Precisamos parar de nos iludirmos em prol de prazeres imediatos.

O cérebro humano se exercita e se mantém desperto todas as vezes que estamos aprendendo e crescendo. O cérebro detesta rotina, hábitos destrutivos e morre a cada momento que nos acomodamos diante de tantos modelos errados e convencionais. Portanto, se mantivermos a postura daquela criança que éramos – de um eterno curioso – nosso cérebro e corpo irão permanecer eternamente jovens. Afinal, crianças não têm medo de se rebelarem contra os padrões.

O segundo motivo faz com que reduzamos o nosso potencial em todas as áreas de nossa vida e tenhamos uma ideia errada sobre qualidade de vida. E, quando esta ideia é errada, a vida também é. Portanto, peço a todos vocês uma reflexão profunda sobre: “o que é qualidade de vida para você?” E, Como está a sua qualidade de vida?

Uma vida preenchida com um trabalho nutritivo, pensamentos construtivos, amigos e relacionamentos saudáveis, além de alimentação e atividades físicas de alta qualidade, certamente irão reforçar a nossa resistência natural e as influências negativas da hereditariedade. E, quanto mais você se presenteia com a oportunidade de viver uma vida com qualidade, mais trabalhos nutritivos, pensamentos construtivos, amigos e relacionamentos saudáveis irão acontecer na sua vida. Sempre insisto em afirmar que a prosperidade e abundância de todos nós mora ao lado. Mas para acessá-la precisamos ter a coragem de enxergar e abrir a porta, cuja chave encontra-se na gaveta do coração chamada amor próprio. Ninguém pode pegar ou usar esta chave, a não ser você mesmo.

O terceiro motivo faz reduzir nossa longevidade com qualidade e juventude eterna por pura negligência. Na verdade, penso que os 3 motivos que nos impedem de viver eternamente jovens acabam sendo o mesmo: negligência. Existe um aspecto “sombra” em todos nós que acredita que tudo o que acontece conosco é provocado pelos outros. Trata-se de uma imaturidade em entregar todo o nosso poder nas mãos dos outros ou do destino. Muitos aspectos do futuro não existem, já que alterando nossa conduta, podemos alterar o resultado.

tea-635267_960_720O vigor físico, mental, emocional, espiritual e psicológico é determinado pelo que consumimos diariamente. Por isso é importantíssimo estarmos esclarecidos quanto aos alimentos que podem nos proporcionar este vigor e força para estarmos eternamente jovem. Nesta busca por esclarecimentos vocês irão descobrir que 50% a 75% de todos os alimentos que ingerimos diariamente deveriam ser crus e frescos, isentos de aditivos químicos e agrotóxicos.

Nesta condição, quando os alimentos estão plenos de vitaminas, sais minerais, fibras, enzimas, aminoácidos, fitos-hormônios, óleos essenciais e água pura, o corpo humano funciona com menos desperdício de energia; maior potencial metabólico de construção, regeneração e rejuvenescimento; e maior potencial de desintoxicação e eliminação de excretos.

A saúde de uma pessoa é altamente determinada pela capacidade do corpo de se desintoxicar. A nossa sociedade está tão acelerada, estressada e competitiva que intoxicar-se é algo totalmente natural. O raciocínio é: se pouco nos intoxicamos e muito nos desintoxicamos, qual será o resultado? Eternamente jovens, saudáveis e felizes.

Conceição Trucom é terapeuta e atua nas áreas de meditação, cabala, tarot, quirologia e radiestesia. Autora de vários livros sobre alimentação natural mo Brasil, ela vive em São Paulo e pode ser contatada pelo e-mail mctrucom@gmail.com

Facebook Comments

Share This