Por Laís Oliveira

Foto: Alisson de Lima

“A rádio de lá sai pela rua; não deixa o baião um minuto só. É por isso que Caruaru é a capital do forró”. Quem nunca ouviu este refrão do famoso Trio Nordestino, ainda não visitou o nordeste brasileiro durante o mês de junho. Cantada por ícones da música como Luiz Gonzaga e Dominguinhos, Caruaru é o coração brasileiro no período junino. E seu título não é à toa, afinal são trinta dias de forró ininterruptos, mais de 200 shows e eventos culturais que animam a cidade e atraem mais de um milhão de pessoas todos os anos.

Localizada no Agreste de Pernambuco e a 130 km da capital do estado, Recife, o município é o mais populoso do interior de Pernambuco, com uma população de quase 300.000 habitantes. Ao longo dos anos, Caruaru recebeu várias denominações, sendo conhecida como a “Princesa do Agreste” e a “Capital do Forró”. A cidade disputa com Campina Grande (PB) o título de maior São João do mundo.

Seus habitantes tradicionalmente preparam Caruaru para receber os turistas para a grande festa popular: as ruas são enfeitadas com bandeiras e balões, barracas de comidas típicas e pistas de danças – os conhecidos “palhoções”. Podem-se ver fogueiras prontas para serem acesas e quadrilhas que dançam durante toda a noite. A cidade fica super animada e mais colorida do que nunca no mês de Junho.

Image_Travel_Caruaru_Capim com Mel_Photo Alisson Lima_PMC_Web

Foto: Alisson de Lima

Apresentações culturais e históricas também fazem parte da festa, como o Festival dos Bacamarteiros e dos Fogueteiros, o Desfile das “Drilhas” – quadrilhas irreverentes que arrastam multidões pelas avenidas da cidade. Para quem nunca provou comidas típicas nordestinas, esta época é uma ótima oportunidade para saborear diversas iguarias – em sua maioria feita à base de milho verde, como canjica, pamonha, mungunzá, bolo de milho, cuscuz, pé-de-moleque e o quentão, bebida típica à base de pimenta e aguardente.

Um típico pernambucano e amante do forró e das raízes nordestinas, o gerente de vendas residente em Recife, Marcos Francisco, revela ”Eita, esse forró de Caruaru é arretado de bom. Não tem como não entrar no clima quando você está na cidade em algum dia do mês de junho. É super contagiante. Você se sente em clima de bom carnaval!”. Diante da grandiosidade do São João de Caruaru, fica fácil se apaixonar pela cidade que multiplica de tamanho para receber de braços abertos seus turistas e adoradores do autêntico forró nordestino e da rica cultura local.

Foto: Alisson de Lima

É bom lembrar que Caruaru destaca-se, também, como o mais importante pólo econômico, médico-hospitalar, acadêmico, cultural e turístico do Agreste, sendo também famosa por sua tradicional feira livre, enaltecida nos versos do compositor Onildo Almeida e na voz do eterno Rei do Baião, Luiz Gonzaga.

No “Alto do Moura” se encontra o maior centro de artes figurativas da América Latina, título este concedido pela Unesco como reconhecimento de uma história iniciada na década de 40 do século passado, através do seu mais ilustre filho, Vitalino Pereira dos Santos. O Mestre Vitalino, ceramista que fez história através da criação de bonecos de barro, teve sua arte perpetuada entre familiares e vários discípulos, representados nas gerações de artesãos, ainda hoje residentes na famosa vila.

*Fotos de Alisson de Lima e gentilmente cedidas pela prefeitura de Caruaru.

Facebook Comments

Share This