Viviane de Avelar Tostes

Ao longo dos últimos anos, o Brasil vem se destacando internacionalmente na esfera da medicina estética. Podemos afirmar que no país se encontra uma boa camada dos principais profissionais da área, e que as técnicas utilizadas nas diferentes áreas, são as mais avançadas e modernas do mundo. Podemos citar entre os mais usados tratamentos estéticos no Brasil, a Intradermoterapia, a Carboxiterapia, o Botox, o Peelings Químico e Físico, a Bioplastia, e ainda a aplicação de ácido poly-L-láctico (Sculptra) – que restaura o volume e o contorno facial em 2 a 3 sessões.

É cada vez maior o número de pacientes estrangeiros que buscam ajuda no Brasil. Estes vão desde grandes executivos emodelos internacionais, a turistas que passam pelo Brasil e tomam conhecimento da excelente qualidade dos nossos tratamentos e dos valores cobrados – bem abaixo da média na Europa e EUA. O número é também crescente entre brasileiros que residem no exterior que vem ao Brasil para visitar familiares e aproveitam a estadia para esses diferentes tipos de tratamentos para enaltecer a beleza e porque não, a vaidade de nós seres humanos.

Em dermatologia estética, quando o grau de envelhecimento é leve a moderado, e desejamos tratar flacidez, nem sempre há necessidade de recursos invasivos, isto é, mais agressivos. Tratamentos como a Intradermoterapia com DMAE (um agente anti-envelhecimento, que aumenta a firmeza da pele), e outros tratamentos injetáveis são eficazes para o tônus da musculatura. O fio de sustentação, como o fio russo, é uma opção para quem deseja reposicionar os tecidos moles da face e pescoço. È usado sob a pele, no subcutâneo, causando rejuvenescimento. Com o envelhecimento, resultado não somente da idade, como também da genética e da exposição solar, além da flacidez, surgem manchas na pele. Uma boa opção são os ácidos usados para Peeling superficial ou médio e o Peeling profundo de fenol. Vale lembrar que estes recursos não são usados somente na face, mas também em braços, mãos e colo.

O uso do BOTOX no tratamento das rugas faciais, pescoço e colo, possuem excelentes resultados, oferecendo uma leveza na expressão assim como a opção do levantamento das sobrancelhas. Pode-se ainda, associar um implante facial para atenuar sulcos e rugas. Nesse caso podemos usar a própria gordura do paciente ou o ácido hialurônico – que é um implante temporário com duração em torno de 6 a 8 meses.

Existe ainda o conhecido PMMA (polimetilmetacrilato), que é o implante definitivo, usado na BIOPLASTIA. Essa técnica é um tratamento não-cirúrgico que age diferentemente dos preenchimentos cutâneos, atingindo uma camada mais profunda da pele. É considerada eficiente para correção de algumas imperfeições no corpo e no rosto. E com algumas vantagens: é mais segura, mais barata e mais rápida que a cirurgia plástica convencional. o polimetilmetacrilato (PMMA) é um biomaterial derivado do petróleo, que é injetado na pele do paciente por meio de microcânulas, uma espécie de seringa sem ponta. Utilizado em medicina desde 1950, o PMMA é usado também na ortopedia, na oftalmologia, na neurocirurgia e em aderentes cirúrgicos.

Outra opção é a Carboxiterapia, que é a injeção de gás carbônico, excelente para melhorar a imagem incômoda da “papada” do pescoço, ou na região em volta dos olhos, sem risco de efeitos indesejados. Muito recomendável também para flacidez, celulite ou gordura localizada. Necessita de 1 a 2 aplicações semanais durante 4 a 8 semanas.

Hoje, ficar bela ou se manter bonita se tornou mais fácil graças a ajuda de alguns pequenos aparelhos que facilita a vida dos médicos, esteticistas e dos próprios pacientes.

Aparelhos como o Titan, um laser que utiliza luz infravermelha para tratar flacidez vem tomando lugar de destaque em conseqüência dos seus excelentes resultados; o IPL Quantum que associa a luz intensa pulsada com laser de Nd-YAG, e que promove mudança substancial na aparência da pele, tratando vasos capilares, vermelhidão facial, e pigmentação provocada pelo dano solar; o Lightsheer que é excelente para o tratamento de depilação a laser; o Asccent, que é um aparelho de radiofreqüência para tratar celulite e gordura localizada – e auxilia na Lipoescultura, hoje são estrelas das salas de clínicas de estética em todo o mundo. Por falar em Lipoescultura é bom mencionar que esse tipo de tratamento mais evasivo vem sendo muito utilizado principalmente na região dos glúteos. Essa técnica cirúrgica consiste na retirada de gordura de determinadas zonas e reinjeção em outras zonas deprimidas.

Controverso em nossa sociedade médica são as chamadas mini-lipoaspirações, realizadas em consultórios médicos que não estão devidamente equipados para emergências médicas. Na verdade trata-se de uma lipoaspiração de pequenos volumes de gordura. Para finalizar, lembro que antes de qualquer tratamento estético devemos ter em mente a nossa saúde, com alimentação adequada e a prática regular de exercícios físicos.

* Viviane de Avellar Tostes é médica formada pela Fundação Educacional Serra dos Órgãos, fez residência em Pediatria no Hospital Municipal Miguel Couto – RJ, e possui pós-graduação em Medicina Estética pela Sociedade Brasileira de Medicina Estética, além de pós-graduação em Medicina do Trabalho pela Universidade Gama Filho no Rio. Viviane pode ser contatada pelo fone (021)9621-6190 ou email: vivianetostes@hotmail.com

Facebook Comments

Share This