Local da explosão no metrô de Nova York

A Justiça norte-americana acusou na terça-feira (12) o autor do atentado ocorrido em Nova York, na segunda-feira (11). Akayed Ullah detonou uma bomba de fabricação artesanal em um túnel do metrô perto da Times Square, ferindo três pessoas. A explosão ocorreu na hora do rush em um túnel que liga a Times Square ao terminal rodoviário de Port Authority, perto da 42nd Street com a 8th Avenue.

Imigrante de Bangladesh que teria se radicalizado ao chegar aos Estados Unidos,  ele está sendo acusado de terrorismo e de apoiar o grupo extremista Estado Islâmico (EI). O procurador federal de Manhattan, Joon Kim, disse que Ullah, de 27 anos, será indiciado até esta quarta-feira, em sua cama de hospital, por cinco acusações.

O homem “admitiu os feitos” na segunda-feira no hospital e reconheceu ter estado inspirado pelo EI, querendo se vingar de ataques americanos contra o grupo extremista e denunciar a política de Washington no Oriente Médio, segundo Kim. Os investigadores apontam que o homem começou a reunir “duas ou três semanas atrás” o material necessário para a fabricação da bomba – fios elétricos, uma bateria de 9 volts, parafusos de metal – que ele montou em seu apartamento.

Akayed Ullah

As acusações mais graves contra Ullah, morador do bairro do Brooklyn são “apoio a organização terrorista”, “utilização de arma de destruição em massa” e “colocar uma bomba em local público”. O jovem enfrenta a possibilidade de prisão perpétua, ou até de pena de morte, e o presidente Donald Trump já se pronunciou a favor das penas “mais duras” possíveis para os terroristas. Mas o processo contra ele deve ser longo e complicado.

Akayed Ukkah, que vive nos EUA desde 2011 e tem status legal de residência permanente, teve uma licença para dirigir táxis e limusines de aluguel entre os anos de 2012 e 2015. Segundo informações da agência Reuters, ele não tinha histórico criminal e visitou Bangladesh pela última vez em setembro. De acordo com o inspetor geral da polícia local, as informações foram emitidas com base no número de passaporte de Ullah.

 

 

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.