Para muitos, ganhar na loteria seria a solução de todos os problemas. Mas você sabia que cerca de um terço dos ganhadores de loteria vão à falência apenas alguns anos depois de receberem os primeiros milhões, segundo pesquisa realizada nos Estados Unidos. O enriquecimento súbito e a incapacidade de administração do patrimônio muitas vezes levam as pessoas ao descontrole financeiro.

Em fevereiro de 2016, a  Powerball, “loteria” nacional dos Estados Unidos, bateu todos os recordes após acumular e o prêmio total atingiu a marca de 1 bilhão de dólares (vale lembrar que a maioria das loterias comuns nos EUA funciona por estado, como a California Super Lottto ou a California Mega Millions). Se você entrou na “febre da loteria” durante este grande Powerball (loteria conhecida por seus gigantescos prêmios acumulados), então você não estava sozinho.

Vários apostadores gastaram enormes boladas em lojas de conveniência para escolher seus números e a notícia do grande prêmio estampou manchetes de jornais dividindo espaço com ganhadores de prêmios menores e antigos ganhadores, e ainda reportagens sugerindo o que futuros ganhadores poderiam fazer com seus milhões. No entanto, escondido sob essa fachada reluzente de otimismo, uma história muito triste sobre antigos vencedores de loteria emergiu.

Se você é supersticioso possivelmente nem se arrisca em jogar quando a bolada é muito grande, isso porque por todos os lugares se ouve histórias de ganhadores que, desde que receberam o prêmio, carregam má sorte. De acidentes de trem, cujas vidas foram arruinadas por sua “boa” sorte de ganhar na loteria, a pessoas que perderam tudo, isso é mais comum do que se imagina e a verdade é uma armadilha muito simples: a maioria dos ganhadores de grandes prêmios de loteria leva uma vida sem glamour.

Uma das primeiras coisas que a maioria dos ganhadores de loteria compra com sua fortuna é a sua casa “dos sonhos”  , e geralmente ele vale vários milhões de dólares. O problema é que, na maioria dos casos, estas mesmas pessoas não entendem que uma casa multimilionária custa muito em termos de: eletricidade, água, manutenção em geral, mobília, entre outros, mesmo que se compre o imóvel a título definitivo, o que a maioria não faz.

O cenário aqui é os EUA, mas pode ser aplicável para muitos outros países e economias. Muitos ganhadores de loteria compram suas casa dos sonhos e, em seguida a perdem porque não consideram o alto custo de mantê-la e acabam sem dinheiro suficiente para pagar impostos, seguros ou para a manutenção básica. Até o momento em que eles percebem esse erro, geralmente um monte de fundos disponíveis foram colocados em outro local, geralmente em carros caros, férias caras e presentes generosos, resultado: facilmente o dinheiro se acaba.

Antigos vencedores de loteria nos EUA que têm mantido com sucesso os seus ganhos no bolso e as suas compras em cheque dizem que a melhor jogada para o dinheiro não acabar é simplesmente descartar todas as compras e doações feitas por impulso em menos um ano. “É melhor doar US $ 100.000 por ano por 10 anos para que você possa manter um certo controle ao invés de dar um valor alto de uma vez”, disse um vencedor para uma rede de televisão nacional.

“Essa forma de administrar o dinheiro também vai ajudar com o seu planejamento tributário”, disse o mesmo vencedor. Interessante dizer que este mesmo ganhador de loteria e sua família estão realmente no processo de venda de sua casa de 7 quartos e 8 banheiros, ou seja, sua “casa dos sonhos”, porque no final das contas, tornou-se um imóvel impraticável e exagerado para uma família de quatro pessoas.

O que você compraria se ganhasse na loteria? Se é a sua “Casa dos Sonhos”, pensamos que este artigo deve ser uma leitura interessante.

Facebook Comments

Share This