Por Lindenberg Junior

 A história desse magnífico projeto, o que você pode encontrar e, no caso do artista, como obter mais informações e expor na Sala Vinicius de Moraes

 

Em 2005, o Consulado Geral do Brasil em Los Angeles, por meio de uma iniciativa da então embaixadora carioca Teresa Quintanilha, inaugurou o projeto “Brazilian Consulate Gallery”. O objetivo do projeto era expor os trabalhos de artistas plásticos brasileiros radicados em sua jurisdição, nesse caso, os estados do Arizona, Hawaii, Idaho, Montana, Nevada, Utah, Wyoming e parte da Califórnia (que inclui os condados de Imperial, Kern, Los Angeles, Orange, Riverside, San Bernardino, San Diego, San Luis Obispo, Santa Barbara e Ventura).

Nessa época e nos anos seguintes, o projeto do “Brazilian Consulate Gallery” expôs os trabalhos de vários artistas radicados nessa jurisdição, entre eles, ceramistas, pintores, artesões e fotógrafos. Durante esse tempo, americanos, estrangeiros em geral e brasileiros que visitavam o consulado por alguma razão, poderiam ver os trabalhos desses artistas brasileiros expostos em um formato de rotatividade, em diversas paredes de parte do sétimo andar no prédio em que está localizado o consulado, na Wilshire Blvd ,em Beverly Hills.

Dez anos depois, em 2015, o Consulado Geral do Brasil de Los Angeles mudou-se, dentro do mesmo edifício, passando a ocupar todo o terceiro andar desse respectivo prédio. E com essa mudança, o “Brazilian Consulate Gallery” passou a ocupar uma sala exclusiva para eventos e exposições – a sala Vinícius de Moraes. Nessa nova fase e através desse espaço cultural exclusivo, é possível ver trabalhos da ceramista Sandra Zebi, do fotógrafo Jorge Vismara e da artista plástica entre outros. No momento, a galeria abriga a exposição ‘Sete Elementos’, do artista plástico D’Castro.

A ideia inicial da galeria criou asas e com a inauguração da sala Vinicius de Moraes ganhou-se uma ferramenta a mais para a divulgação da cultura brasileira através de outras formas de arte como  é o caso da música, onde a bossa nova e o jazz ganharam espaço. Pela sala Vinicius de Moraes, alguns desses músicos radicados no Sul da Califórnia e alguns convidados, mostraram seu talento, como foi o caso de Dori Caymmi (convidado), Fabiano do Nascimento, Bruno Mangueira, JP Mourão e Luis Mascaro.

Além da promoção cultural, a sala também é utilizada pelo Setor de Assistência a Brasileiros que a disponibiliza para eventuais encontros com a comunidade, como foi o caso da palestra sobre prevenção  contra terremotos promovido pelo Conselho de Cidadãos do Sul da Califórnia que serve de apoio ao Consulado e atua, em parte, como um canal de comunicação entre o Consulado Geral de Los Angeles e a comunidade brasileira.

Todas as informações sobre a galeria e sobre como expor neste espaço estão disponíveis na página da Galeria/Sala Vinicius de Moraes dentro do site do consulado de Los Angeles. Acesse o link direto em português AQUI.  e em inglês/English AQUI.