Considerado um dos maiores festivais de cinema brasileiro nos Estados Unidos, o Los Angeles Brazilian Film Festival (LABRFF) há uma década dedica-se à exibição de filmes nacionais, bem como ao desenvolvimento de relações entre produtores brasileiros e membros da indústria cinematográfica norte-americana, com o objetivo de incentivar o mercado do audiovisual brasileiro nas áreas de serviços de produção, coprodução e distribuição de filmes.

A 10ª edição do LABRFF acontecerá entre os dias 05 e 08 de novembro na capital mundial do cinema. A abertura do festival será com a estreia do premiado filme “A Glória e a Graça”, do diretor Flávio R. Tambellini, com a atriz Carolina Ferraz, durante a noite de gala no famoso teatro Harmony Gold.

Nos dias 6 e 7 de novembro será realizado o Brazilian Film Market – BFM, no Harvest Institute, para um público de convidados do LABRFF. As apresentações de pitchings de novos projetos para cinema, TV e Web serão proferidas pelos produtores e representantes destes projetos em sessões privadas.

O documentário “Pitanga”, de Beto Brant e Camila Pitanga, será o filme de encerramento da Mostra Competitiva do festival, no dia 8 de novembro, no Regent Theater em Westwood Village. Pela primeira vez a curadoria do festival escolheu um documentário para ilustrar o ótimo momento que o gênero vem passando no cinema nacional.

Desde 2008, centenas de filmes exibidos no LABRFF ganharam reconhecimento crítico e receberam distribuição comercial. Com 580 filmes exibidos e 180 prêmios distribuídos, o LABRFF promove e difunde o audiovisual brasileiro na capital mundial do cinema, Hollywood. “Buscamos sempre dar a maior visibilidade aos filmes e cineastas brasileiros em Los Angeles”, diz a diretora do festival, Meire Fernandes.

Seleção Oficial LABRFF 2017

Abaixo conheça os filmes selecionados para as mostras de competição que incluem longas metragens, curtas metragens, documentários e projetos de brasileiros que residem nos Estados Unidos. No total serão 32 filmes a serem exibidos durante quatro dias do festival.

Mostra Competitiva de Longas

“ A Glória e a Graça” de Flávio R. Tambellini
“Canastra Suja” de Caio Soh
“O Colar de Coralina” de Reginaldo Gontijo
“O Crime na Gávea” de André Warwar
“ Fala Comigo” de Felipe Sholl
“Amor no Divã” de Alexandre Reinecke
“Teu Mundo Não Cabe no Meus Olhos” de Paulo Nascimento
“180 Graus – O Filme” de Phill Rocha

Mostra Competitiva de Documentários

“Pitanga” de Beto Brant e Camila Pitanga
“Nunca me Sonharam” de Cacau Rhoden
“ Zélia” de Carla Laudari
“Arpoador, Praia e Democracia” de Hélio Pitanga

Mostra Competitiva de Curtas

“Três Tipos de Medo” de Bruno Bini
“ O Homem da Raia do Canto” de Cibele Santa Cruz
“ Selfie” de Duda de Almeida
“ Escolhas” de Ivann Willig
“Médico de Monstro” de Gustavo Teixeira
“Juanita” de Fernando Sanches
“O Vestido de Myrian” de Lucas H. Rossi
“ A Vida é uma Luta” de Ben Holman
“Hoje Jesus Não Vem” de Muller Barone
“Estado de Alerta” de André Mattos
“Lunatique” de Gabriel Kalim Mucci

Mostra Paralela

“The Fates”
“Jimbo” de Rodrigo Zan
“Bid” de Raphael Bittencourt
“ I am Erika” de Sebastian Zancanaro
“Becoming Lucy” de Luiza Novo
“O Beijo” de Jofre Faria Silva
“Vivendo com Zica” de Matthew Ladensack
“The Swang Song” de Thalita Ghivelder
“True Colors” de Paula Neves

Para ingressos e maiores informações, visite o site oficial.